10 de agosto de 2008

A medalha olímpica de Vanessa Fernandes

Portugal é o mais medalhado nessa competição olímpica que é a arrogância.
Lembro-me de Vanessa Fernandes, depois de mais um dos seus inúmeros triunfos, dizer algo como que as adversárias não davam luta, ou que eram muito fraquinhas, ou algo deste tipo.
Depois disso, desistiu duas vezes.
Agora, nos Jogos Olímpicos, a medalha dela era dada como certa, ou quase. Por meio país, incluindo a própria.
Revejo-me muito pouco na atitude nacional de "entrada de leão, saída de sendeiro" - talvez porque não sei o que é um sendeiro. Também me revejo muito pouco na versão adaptada, "entrada de leão, saída de cordeiro".
Assim sendo, desculpem-me os meus compatriotas que se ofendem com esta atitude, mas fiquei satisfeito por a Vanessa Fernandes ter ficado em nono lugar.

Ainda assim, torço pela Naide Gomes, pelo Obiquelu, pelo João Branha (ainda jogam?), pelos esgrimistas, pelos judocas, pelos nadadores e pelos restantes atletas.

Só não torço pelas vitórias da Vanessa Fernandes. Para vedetas arrogantes, não precisamos dela. Muito menos, num ano de campeonato da Europa de Futebol. Já nos bastam os Simões Sabrosas, os Joões Moutinhos, os Scolaris, os Decos, os Quaresmas, etc, com aquelas frases bombásticas do tipo: "Não podemos prometer uma vitória, mas claro que achamos que vamos ganhar."

...e, depois, perdemos contra uma selecção - a Alemanha - não porque eles sejam melhores, mas porque fizeram o trabalho deles, dentro e fora do campo - lá está - com humildade.

3 comentários:

jose disse...

Estou muito satisfeito com os resultados do meu país nos Jogos Olímpicos. Estamos em primeiro lugar no número de medalhas e assim devemos continuar.
Confirmem o ranking em http://results.beijing2008.cn/WRM/ENG/INF/GL/95A/GL0000000.shtml
PS: o meu país é a União Europeia.

Aves Raras disse...

Não, a UE não é o teu país, tristemente para ti, e para mim. O teu país é um país que está, a vários níveis, abaixo da média dos restantes países dessa região.

Dizer que o teu país é a UE é "wishful thinking".

jose disse...

O meu país ainda não é a UE mas espero que venha a ser.
Mas ao ver o ranking de medalhas olímpicas, para percebermos o real poderio da China, que está em primeiro lugar, é necessário juntarmos os países da UE para termos uma dimensão que seja minimamente comparável.
E julgo que os Europeus ou com cerca de 20% da população chinesa conseguem mais medalhas.